Casos de malária diminuem 30% na Amazônia Legal

 

colaboração para a Folha Online

da Agência Brasil

 

Dados do Ministério da Saúde apontam queda significativa nos casos de malária na Amazônia Legal nos cinco primeiros meses deste ano. Os Estados que compõem a Amazônia Legal são Amazonas, Amapá, Pará, Roraima, Rondônia, Acre, Tocantins, Maranhão e Mato Grosso --eles concentram 99,9% das notificações de malária no país. Entre janeiro e maio de 2008 foram notificados 121.132 casos da doença, contra 185.983 no mesmo período do ano passado - uma redução de 34,8%.

 

Segundo o ministério, melhorias na rede de diagnóstico, no tratamento e a utilização de medicamentos mais eficazes foram fatores responsáveis pela redução na estatística. Com a redução de casos, houve impacto também nas internações, que caíram 45,8% no período avaliado, passando de 2.910, em 2007, para 1.576, em 2008, de acordo com o ministério.

 

Governo federal abre inscrições para 1.048 vagas temporárias

 

Os salários vão de R$ 1.700 a R$ 8.300

O período de contrato varia de dois a quatro anos.

 

Do G1, em São Paulo

 

Foram abertas no dia 28 de julho as inscrições para o processo seletivo simplificado para contratação, por tempo determinado, para 1.048 vagas (120 de nível médio e 928 de nível superior), em várias cidades do país, inclusive Macapá. Os salários vão de R$ 1.700 a R$ 8.300 (veja aqui o edital). Serão selecionados profissionais para cargos de nível médio e superior para exercício de atividades técnicas especializadas nos seguintes órgãos: Ministério do Turismo, Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Integração Nacional, Ministério das Cidades, Ministério da Fazenda, Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República, Fundação Nacional da Saúde, Escola Nacional de Administração Pública, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Escola de Administração Fazendária.

 

O período de contrato varia de dois a quatro anos e pode ser prorrogado. As inscrições deverão ser feitas no site www.esaf.fazenda.gov.br, até as 18h de 8 de agosto (horário de Brasília). As taxas, dependendo do cargo disputado, são de R$ 40, R$ 80, R$ 90, R$ 100 e R$ 120. As remunerações terão variações conforme os níveis de atividades e de atribuições. Os salários serão de R$ 1.700,00 para desempenho técnico de nível médio, R$ 3.800,00 para tarefas técnicas de suporte a serem executadas por profissional de nível superior, R$ 6.130,00 para atividades de complexidade intelectual que exigem formação superior, experiência superior a três anos ou especialização, R$ 8.300,00 para atividades técnicas de complexidade gerencial por quem tenha curso superior, mais de cinco anos de experiência profissional ou possua título de mestre ou doutor, e de R$ 5.000,00 para atividades didático-pedagógicas em Escolas de Governo.


As provas objetivas devem ocorrer em 21 de setembro. Os cargos terão também análise curricular. As provas serão aplicadas nas seguintes cidades: Aracaju (SE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP), Teresina (PI) e Vitória (ES).



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 23h43
[] [envie esta mensagem] []



Setap inicia fiscalização para identificar falsos estudantes

Por Renivaldo Costa

 

Quem emprestar cartão a terceiros, perde o benefício e pode ser processado

 

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá (Setap) iniciou nesta quinta-feira, 7, uma fiscalização intensiva nos ônibus como parte da campanha de combate ao chamado "falso estudante". O objetivo é identificar quem está utilizando a carteira de estudante de terceiros.

 

O procedimento adotado nas abordagens foi o seguinte: feita a identificação do falso estudante, o número do cartão é anotado, com a requisição de testemunha (geralmente outro passageiro presente durante a abordagem). Depois isso, inicia-se o procedimento para responsabilizar o titular do cartão cível e criminalmente, inclusive com o bloqueio do benefício.

 

De acordo com Renato Honório Ramos, diretor do Setap, o estudante que emprestar o cartão para terceiros perde o direito ao benefício e vai responder na justiça por fraude e falsidade ideológica. A campanha contra o falso estudante iniciou em fevereiro e já tem inúmeros parceiros, inclusive o Ministério Público. "Temos pedido a intermediação do Ministério Público para a punição dessas fraudes, em função da ausência do Conselho de Transportte Escolar", explica o diretor.

 

Em todo o Brasil, campanhas semelhantes têm sido lançadas com o objetivo de alertar a população sobre os perigos do falso estudante. No ano passado, os cinemas brasileiros deram a largada contra esse curioso personagem. É o tipo de pessoa que não freqüenta os bancos escolares, mas possui uma carteirinha de identificação estudantil que lhe dá direito à meia-entrada em cinemas, teatros, shows e eventos esportivos além de meia-passagem em ônibus. A campanha, que começou nos cinemas, agora se abrange e chega ao Amapá.

Nos cinemas, a iniciativa consiste em exigir dos portadores de carteirinhas consideradas "suspeitas" a apresentação de outros documentos que comprovem sua condição de estudante. A Federação Nacional das Empresas Exibidoras de Cinema (Feneec) estima que, de cada duas carteirinhas de estudantes em uso hoje, uma seja indevida (de um "falso estudante".).

Para inibir a presença do falso estudante no transporte coletivo a estratégia é semelhante.

 

De acordo com o assessor de comunicação do Setap, Renivaldo Costa, não há uma estimativa do prejuízo que esse público causa, mas a conta sempre é paga pelo passageiro. Atualmente, 31% dos passageiros que utilizam transporte coletivo em Macapá são estudantes com o benefício da meia-passagem. O número de estudantes cadastrados pelo Sindicato no ano passado chegou a 38.609, o que numa população estimada em 380 mil habitantes, representa cerca de 10%. "Em Campinas, cuja população é de 1 milhão e 200 mil habitantes, o número de estudantes com meia-passagem é de 46 mil", declara o assessor.

 

Como o Setap não recebe recursos do governo nem da prefeitura para custear a meia-passagem, a conta é paga pelos demais passageiros. Renivaldo Costa explica que para garantir o benefício, cada passageiro tem embutido no valor de sua passagem mais de 30 centavos.

 

O Setap também alerta que já identificou durante o processo de cadastramento de estudantes, declarações escolares falsas e documentos de origem duvidosa. "Existem estudantes que chegaram a apresentar declarações de escolas que nem existem mais".

 

A campanha publicitária "Carteira de estudante é para estudante" conta com anúncios em rádio e televisão, busdoors, cartazes (no interior dos ônibus e nas escolas da rede municipal e estadual de ensino), outdoors, bottons, adesivos e panfletos (distribuídos em toda a rede de ensino, postos de cadastramento e shoppings da cidade). A campanha informa que o falso estudante é prejudicial a todos os usuários do transporte que acabam pagando por quem não tem direito à meia passagem. A campanha vai até o final do ano.

 

Conselho de Medicina Veterinária do Amapá abre 49 vagas

 

Vagas são para fiscal, agente administrativo e auxiliar de serviços gerais.
Os salários vão de R$ 415,00 a R$ 1.050,00
 

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Amapá abriu concurso para 49 vagas - 4 imediatas e 45 para cadastro de reserva - nos cargos de fiscal e agente administrativo, que exigem nível médio, e auxiliar de serviços gerais, de nível fundamental. Os salários vão de R$ 415,00 a R$ 1.050,00. As inscrições podem ser feitas entre as 8h do dia 4 de agosto e 15h de 20 de agosto pela internet, no site www.coned.com.br. O candidato pode se inscrever também na sede do conselho, na Rua Hamilton Silva, nº 2441 - A, esquina com a Avenida Maria Quitéria, Bairro do Trem, Macapá, de 4 a 15 de agosto, das 9h às 12h ou das 14h às 17h. A taxa de inscrição vai de R$ 40 a R$ 60. A aplicação da prova objetiva está prevista para o dia 28 de setembro, em Macapá.



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 16h05
[] [envie esta mensagem] []



Boas notícias 

 

O Jornalista Euclides Farias reagiu e já saiu do coma. Segundo a equipe médica do hospital Porto Dias, está com a pressão controlada, urina e o coraçao bate normalmente. As plaquetas que estavam em nível baixo devido a hemorragia, estão sendo repostas através de soro. Nesse momento, ainda entubado ele repousa, mas deverá respirar sem ajuda de aparelhos em breve.

 

Chico Terra

Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 15h54
[] [envie esta mensagem] []



Contratação sob suspeita

Congresso em Foco


Procuradora vai convocar envolvidos com terceirização de taquigrafia no Senado e quer aprofundar denúncia de nepotismo generalizado na Casa.

 

Eduardo Militão e Lúcio Lambranho A procuradora da República Ana Carolina Roman, que investiga denúncias de nepotismo no Senado, vai convocar as pessoas envolvidas com a terceirização da taquigrafia e a contratação de parentes de servidores da Casa pela empresa responsável pelo serviço, caso revelado ontem (6) com exclusividade pelo Congresso em Foco.

 

Como mostrou este site, o MPF também quer anular a terceirização do serviço de taquigrafia nas comissões do Senado. Em ação civil pública, o procurador da República Rômulo Moreira Conrado pede o cancelamento do contrato de R$ 2,2 milhões assinado em janeiro de 2006 com a Steno do Brasil. O processo, que tramita na 4ª Vara Federal em Brasília desde 30 de maio deste ano, foi proposto a partir de uma denúncia anônima de nepotismo enviada à Procuradoria da República no Distrito Federal (PRDF).

 
Trata-se da contratação, após a assinatura do contrato, de Mariana Cruz como gerente comercial da Steno. Ela é filha da diretora da Secretaria de Comissões do Senado, Cleide Cruz, e de outro servidor do setor, José Roberto Assumpção Cruz. É a mãe de Mariana que gerencia o contrato. Seu gabinete é que checa as planilhas do serviço prestado pela empresa Steno. E o pai, segundo apurou o site, centraliza desde 2007 os pedidos de transcrições feitos pelos secretários das comissões na Subsecretaria de Apoio as Comissões.

 

Antes mesmo da publicação da reportagem, o diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, decidiu retirar o contrato entre o Senado e a Steno do Brasil da supervisão da diretora da Secretaria de Comissões. O serviço de estenotipia das comissões, que também insere legendas na programação da TV Senado, segundo a assessoria de imprensa do Senado, será agora supervisionado pelo chefe da Secretaria Técnica de Eletrônica, Agnaldo Scárdula.

 

"Ficou claro que a pessoa foi contratada porque é filha de servidores do Senado. A interferência é muito óbvia neste caso. Vamos convocar essas pessoas envolvidas o mais rápido possível", afirmou a procuradora ao site. A procuradora também quer esclarecer se Mariana Cruz tem qualificação para ser contratada como gerente comercial da empresa e como ela pode acumular essa função de revisar as transcrições das notas, conforme suas declarações dadas ontem ao Congresso em Foco.

 

A procuradora também vai apurar as denúncias feitas pelos envolvidos de que há nepotismo generalizado no Senado. “Tem milhares de pessoas que eu conheço lá dentro que são filhos de diretor do Senado, entendeu? Várias nem mesmo trabalham. Em cargos de confiança que nem lá vão. Eu, graças a Deus, trabalho muito. Não tem nenhuma diferenciação por eu ser funcionária da empresa, ser filha disso ou filha daquilo. Não tem nada a ver isso”, afirmou Mariana ao site.

 

"Pisando em ovos"

 

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), foi pressionado por parlamentares e repórteres a dar uma resposta firme às acusações (leia mais). Mas evitou dar declarações polêmicas para não desagradar ao primeiro-secretário, Efraim Morais (DEM-PB), responsável pela assinatura do contrato de terceirização da taquigrafia e autor de um pedido de parecer a Cleide Cruz, documento que viabilizou a contratação da Steno.

 

Ontem, dentro de seu gabinete, Garibaldi elevou a voz algumas vezes com assessores e líderes. Lá fora, porém, amenizou as denúncias ao responder aos jornalistas. Nos bastidores, o site apurou que Garibaldi Alves "pisa em ovos" justamente por querer preservar a proximidade e a amizade que mantém com Efraim. Os dois senadores ficaram próximos durante as investigações da CPI dos Bingos em 2005.

 

Desde o Fim do Mundo

 

A dupla trabalhou afinada nas investigações da comissão de inquérito apelidada de CPI do Fim do Mundo, por causa da quantidade de frentes de investigações abertas pela comissão. Foram apuradas desde a morte do prefeito de Santo André (SP), o petista Celso Daniel, até as acusações contra o então ministro da Fazenda e hoje deputado, Antonio Palocci (PT-SP).

 

Foi nessa CPI que os dois colocaram o caso da quebra do sigilo do caseiro Francenildo em evidência. O episódio culminou na saída de Palocci do governo. Desde então, os senadores mantiveram uma relação muito próxima, principalmente depois que Garibaldi assumiu a presidência do Senado.

 

Por isso, o presidente da Casa pretende manter o máximo de cautela antes de promover o afastamento do diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, e do 1º secretário, ambos alvos das denúncias que envolvem contratos irregulares e com suspeitas de fraudes desde a deflagração da Operação Mão-de-Obra em 2007.

 

Fontes ouvidas pelo site também disseram que Garibaldi não sabe se a recíproca é verdadeira, ou seja, se Efraim ainda preserva a amizade ou acredita que o presidente do Senado está por trás das denúncias que o atingem.

Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 15h47
[] [envie esta mensagem] []



Pagamento de Abono e rendimentos do PIS começa sexta


CAIXA destina R$ 5,3 bilhões para contemplar quase 13 milhões de trabalhadores com o benefício de um salário mínimo. Os 12,9 milhões de pessoas que têm direito ao abono salarial do PIS começam a receber pela Caixa Econômica Federal, a partir desta sexta-feira (8), os R$ 415 referentes ao benefício. O calendário de início de pagamento do exercício 2008/09 segue até 18 de novembro, conforme o mês de nascimento do trabalhador.


Ao todo, a CAIXA irá desembolsar R$ 5,3 bilhões para pagar o abono, que equivale a um salário mínimo. Outro R$ 1,3 bilhão está destinado aos 29,3 milhões de trabalhadores com acesso aos rendimentos. Os benefícios podem ser sacados até 30 de junho de 2009. Para facilitar o saque, a opção é o Cartão Cidadão (com senha cadastrada), que pode ser utilizado em terminais de auto-atendimento, casas lotéricas e correspondentes CAIXA Aqui, inclusive em finais de semana e fora do horário bancário.


A solicitação do cartão é gratuita, pelo serviço 0800-726-0101 ou em qualquer agência da CAIXA. Para receber informações importantes sobre os benefícios é importante o trabalhador atualizar os dados cadastrais, principalmente o endereço de residência. No calendário 2007/08, o índice de efetividade foi de 96%, com 11,4 milhões de abonos pagos. Os valores atingiram a marca inédita de R$ 4,25 bilhões.


ANTECIPAÇÃO - Mais de 4 milhões de pessoas (31% do total) já receberam o abono antecipadamente. O banco adianta os R$ 415 por meio do crédito em conta ou às pessoas que trabalham em empresas que firmaram o convênio CAIXA PIS-Empresa.

 

Quem tem direito - O trabalhador cadastrado no PIS até 2003 que tenha trabalhado pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano de 2007 com carteira de trabalho assinada pela empresa; tenha recebido, em média, até dois salários mínimos mensais e que tenha tido seus dados informados corretamente por sua empresa na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base 2007. Quanto aos rendimentos, tem direito ao saque o trabalhador que foi cadastrado no PIS-PASEP até 4 de outubro de 1988 e que tenha saldo de quotas do PIS.

 

MARIA CLEIDIANI DE MORAES GOMES

Consultora Regional

SUMAC - Representação Regional de Marketing

SR Amapá

Tel.: (96) 3312-2924

e-mail: sumac80@caixa.gov.br

Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 15h06
[] [envie esta mensagem] []



Câmara recebe caçambeiros  com pagamentos atrasados

 

Na manhã desta quinta-feira (07) a presidente da Câmara Municipal de Macapá (CMM) vereadora Helena Guerra, recebeu uma comissão de caçambeiros que prestam serviços para a Prefeitura de Macapá e estão com pagamentos atrasados há cerca de sete meses. A reunião com os caçambeiros ocorreu por volta das 09:00h, no gabinete da presidência. Os caçambeiros querem que a presidente da CVM intervenha junto ao prefeito João Henrique Pimentel para que problema seja solucionado.

 

Durante o diálogo, os caçambeiros informaram que aproximadamente sessenta famílias passam por inúmeras dificuldades por causa dos constantes atrasos, situação que se prolonga a mais de um ano. Eles ameaçaram parar os serviços se os pagamentos não forem regularizados no mês de agosto. Helena Guerra se comprometeu em colaborar com a classe no que for possível. Disse ainda, que irá tentar conversar com o prefeito João Henrique para que o caso venha a ter um resultado positivo.

 

Informações da Assessoria de Comunicação da CVM

 

Beneficiários do Bolsa-Família podem

abrir conta-corrente ou poupança

 

Os beneficiários do Bolsa-família de Santana farão parte do programa de Inclusão Bancária, do Governo Federal. Mais de 10 mil famílias do município poderão abrir conta corrente ou poupança na Caixa Econômica, com direito a cartão magnético, limite de acordo com avaliação da gerência, quatro extratos e quatro retiradas por mês sem cobrança de taxas. Mais, depósito e transferência de valores para conta de outros bancos, pagamento de faturas por débito automático, acesso a credito e seguros e todos os benefícios disponíveis na agência.

 

A secretária de Ação Social, Nilza Amaral, explica que não é obrigatória a abertura de conta e as famílias podem continuar com o sistema atual. Quem tiver interesse em aderir ao Programa de Inclusão Bancária deve procurar a agência da Caixa Econômica de Santana, na avenida Salvador Diniz, no Centro.

 

Mariléia Maciel

Ascom/PMS



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 14h36
[] [envie esta mensagem] []



Eleições

Partidos podem preencher vagas

a vereador até dia 6 de agosto

 

Cada partido pode registrar até 150% do número de cadeiras disponíveis. Se Câmara tem 10 cadeiras, cada partido pode registrar até 15 candidatos.

 

Do G1, em São Paulo

 

Os partidos que não indicaram, dentro do prazo legal, o número máximo de candidatos a vereador para as eleições de 2008 têm até 6 de agosto para preencher as vagas restantes. Segundo o calendário eleitoral, 6 de agosto também é o último dia para que as legendas substituam candidatos que tiveram pedido de registro negado pela Justiça Eleitoral ou que tenham renunciado, falecido ou sido considerados inelegíveis.


De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cada partido pode registrar até 150% do número de cadeiras disponíveis na eleição para a Câmara de Vereadores do município. Assim, se a Câmara local tem dez cadeiras, cada partido pode registrar até 15 candidatos. Já no caso de coligações, a lei permite que sejam registrados até o dobro do número de vagas em disputa, independente do número de partidos que componham a chapa. A Lei das Eleições também determina que os partidos e coligações devem reservar um percentual mínimo de 30% e máximo de 70% para candidatos de cada sexo.

 

Eleições: 45% dos candidatos não têm ensino médio

 

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tabulados pelo Contas Abertas, revelam que 45% dos candidatos às eleições municipais deste ano não têm ensino médio. No país, quase 170 mil pré-candidatos se encontram nesta situação. Destes, 46% não concluíram o ensino médio; 53,4% não terminaram o ensino fundamental e outros 292 são analfabetos. Apenas três estados não contabilizaram candidatos incapazes de ler e escrever: Acre, Amapá e Rio de Janeiro. Mas segundo a lei eleitoral, os analfabetos não podem concorrer e devem ter seus registros negados (veja os dados).


A região Nordeste apresenta o maior número de candidatos analfabetos, são 133 vereadores e nove vice-prefeitos, o que representa 48% do total nessa situação em todo o país. Em paradoxo, a região Sul apresenta o menor indicador; com um vice-prefeito e 13 vereadores sem instrução lingüística. Considerando os 5.563 municípios com eleições marcadas para outubro com 379.367 mil candidatos, cerca de 91 mil candidatos não possuem sequer o ensino fundamental.


Proporcionalmente, Minas Gerais é o estado com maior número de registros de candidatos com defasagem no grau de escolaridade. Números do TSE mostram que 34% dos 59,2 mil dos pleiteantes a cargos políticos não têm o ensino fundamental completo ou só sabem ler e escrever – os chamados analfabetos funcionais. O cientista político do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas Marcelo Simas afirma que não há restrição para candidatos com baixo grau de escolaridade, “pois em uma democracia qualquer pessoa pode ser eleita”.


Em contrapartida, Simas acredita que o grande problema para um candidato nessas condições é administrar de forma correta o seu mandato. “No caso do analfabeto, ele terá que confiar em outras pessoas para desempenhar a sua função. O aparato do Estado é um aparato muito formal. Quase tudo é resolvido por meio de documentos. Por isso é muito complicado para ele”, argumenta.


Nas regiões Norte, Sudeste e Sul 46% dos candidatos registrados para concorrer a prefeituras, vice-prefeituras e câmaras municipais não concluíram o ensino médio. Essas três regiões contabilizam 243,4 mil candidatos, ou seja, 64% do total de concorrentes. Já o Nordeste e o Centro-Oeste, com 135,4 mil candidaturas, a quantidade de registros de candidatos sem o ensino médio é um pouco menor, cerca de 43%.


Perfil do candidato 2008


A maior parte dos candidatos têm entre 45 e 59 anos. Para prefeito, 50% dos pleiteantes estão dentro desta margem de idade. Já os possíveis futuros vice-prefeitos representam 44% desse perfil. Por sua vez, os pré-candidatos a vereadores são 39% entre 45 a 59 anos. Os candidatos registrados com idade superior a 79 anos para os três cargos juntos chega a 432, sendo 340 apenas para vereador.


Sobre a atividade ocupacional, os candidatos estão nos mais variados ramos profissionais: 2.915 mil vigilantes, 468 veterinários, 19.097 mil vereadores, 8384 mil trabalhadores rurais, 159 telefonistas, 839 músicos, 4.082 mil motoristas particulares, 562 motoboys, 4.073 mil médicos, 350 empregados domésticos e 6.874 mil advogados, além de várias outras profissões.


No que se refere ao gênero, 79% dos candidatos são homens e apenas 21% são mulheres, número que corresponde, respectivamente, a 299,1 mil e 80,2 mil. No Sul, a diferença é mais acentuada, 20% dos pleitos as eleições são representados por mulheres. Em nenhuma região o número de mulheres concorrentes aos cargos ultrapassou a margem dos 22%. No país são 1.588 mil mulheres concorrendo às prefeituras, 2.371 mil pleiteando as vice-prefeituras e 76.258 candidatas a vereadoras. Do lado dos homens são 13.743 mil pré-candidatos às prefeituras, 13.145 aspirantes as vice-prefeituras e 272.272 que disputam o cargo de vereador.


Na corrida para as prefeituras as mulheres representam 10% dos candidatos. Para o cargo de vice-governador, a bancada feminina é de 15%. Já candidatas a vereadoras são 22% do total de candidatos registrados para concorrer ao cargo. A subsecretária de Políticas Públicas para a Mulher do governo federal, Lourdes Maria Bandeira, critica os números. “No Brasil, nós temos a tradição de acreditar que política é uma atividade masculina”, lamenta Lourdes, que também é professora da Universidade de Brasília (UnB).


A professora critica ainda o descumprimento da lei que estabelece uma cota mínima de 30% para as mulheres nas candidaturas apresentadas por cada partido. “O partido preenche 100% de suas vagas com candidatos homens e acrescenta esses 30% [de candidatas] como vagas adicionais”, explica. “Com o aumento da participação feminina teríamos um menor índice de corrupção no Brasil. Se observarmos os grandes escândalos nacionais da última década, vamos ver que praticamente não tivemos nenhuma mulher envolvida”, conclui.


Amanda Costa

Do Contas Abertas

 

Amapá registra maior crescimento de eleitores, e Bahia, o menor

 

Número de votantes no estado do Amapá cresceu 17,11%
Já a Bahia apresentou crescimento percentual de 2,21%.

 

André Luís Nery Do G1, em São Paulo

Tamanho da letra

 

O Amapá apresentou o maior crescimento percentual no número de eleitores em relação à última eleição municipal, em 2004. O número de votantes no estado da região Norte saltou de 328.577 em 2004 para 384.825 em 2008, crescimento de 17,11%. Depois do Amapá, aparecem outros quatro estados da região Norte. Em Roraima, houve um aumento de 15,43% no número de eleitores na comparação com 2004. No Amazonas, cresceu 14,91%; no Acre, 14,31%; e no Pará, 13,45%. 

 

Outros quatro estados também tiveram crescimento de mais de 10%. Em Alagoas, a taxa foi de 11,73%; no Maranhão, de 11,05%; no Sergipe, de 10,13%; e no Piauí, de 10,03%. No Distrito Federal, cresceu 10,12%, mas os eleitores do DF não participam das eleições municipais. O menor crescimento percentual no número de eleitores foi na Bahia, onde passou de 8.954.998 para 9.153.703 (2,21%). Depois, vêm o Rio Grande do Sul (5,06%), Paraná (5,68%), Minas Gerais (5,94%), Rio de Janeiro (7,07%) e Goiás (7,28%).



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 00h24
[] [envie esta mensagem] []



MMX e Anglo American concluem negociação de ativos de mineração

da Folha Online, no Rio

 

A MMX, empresa de mineração do empresário Eike Batista, e a Anglo American anunciaram nesta terça-feira a conclusão da compra do controle do capital da IronX, subsidiária que controla o projeto de minério de ferro Minas-Rio e o sistema de minério de ferro Amapá. O negócio pode chegar a R$ 8,6 bilhões.

 

A Anglo American pagará R$ 5,4 bilhões a Eike Batista e outros acionistas vendedores por 63,3% do capital social da IronX, representando um preço por ação da IronX de R$ 28,147.

 

Será aberta, pela Anglo American, oferta pública para a aquisição das ações ordinárias dos acionistas remanescentes da IronX. O preço por ação será o mesmo pago a Eike Batista e aos demais acionistas. O preço total da aquisição de 100% deverá chegar a R$ 8,6 bilhões. A Anglo American pretende ainda fechar o capital da empresa e retirá-la do Novo Mercado da Bovespa.

 

Os atuais administradores da IronX convocaram uma assembléia geral extraordinária para o próximo dia 18, na qual decidirão a saída da IronX do segmento do Novo Mercado e a contratação de uma instituição financeira ou empresa especializada para elaboração de laudo de avaliação do valor de mercado das ações da companhia.

 

O negócio chegou a ser ameaçado depois que a PF (Polícia Federal) deflagrou a operação Toque de Midas. Foram feitas buscas e apreensões na casa de Eike Batista e em mais 11 locais. A operação tinha como objetivo averiguar possíveis irregularidades em licitação envolvendo o empresário na concessão da Estrada de Ferro do Amapá para a MMX (de propriedade de Eike).

 

Depois da operação ter sido deflagrada, a Anglo American ameaçou desistir do negócio. Para que isso não ocorresse, Eike se comprometeu a pagar do próprio bolso os prejuízos que porventura a empresa tenha com a operação da PF.



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 00h22
[] [envie esta mensagem] []



Eleições

TRE define tempo de candidatos

no horário gratuito em Macapá

 

A propaganda eleitoral gratuita irá de 19 de agosto até 2 de outubro. O Tribunal Regional Eleitoral do Amapá definiu o tempo de cada partido e/ou coligação com candidato a prefeito de Macapá no horário gratuito na TV e rádio.

 

A propaganda eleitoral gratuita começará em 19 de agosto e irá até 2 de outubro. "O sistema considera, no caso de coligação, o resultado da soma do número de representantes de todos os partidos políticos que a integram", informa João Serrão, servidor da Secretaria Judiciária.

 

As inserções serão veiculadas nas segundas, quartas e sextas para prefeito e vice-prefeito e nas terças, quinta e sábado para vereador. Aos domingos haverá inserções apenas para prefeito.

 

Confira abaixo qual será o tempo de cada partido ou coligação com candidato a prefeito para a capital do Amapá:

 

Roberto Góes (PDT), da "Nosso Forte é Macapá": 7 minutos e 58 segundos

Professora Dalva (PT), da "Juntos por Macapá": 5 minutos e 57 segundos

Fátima (PMDB), da "Coragem pra Mudar": 5 minutos e 42 segundos

Moises Souza (PSC), da "Macapá Merece Respeito": 3 minutos e 44 segundos

Camilo Capiberibe (PSB), da "Frente pela Mudança": 2 minutos e 49 segundos

Lucas (PTB): 2 minutos e 24 segundos

Frota (PSTU): 1 minuto e 26 segundos

 

Em Mazagão, 54 dos 60 candidatos podem ser barrados

 

PABLO SOLANO

da Agência Folha

 

"Ficha suja", registro irregular ou pendências com a Justiça Eleitoral fizeram com que 54 dos 60 candidatos de Mazagão (32 km de Macapá, AP) fossem impugnados pelo Ministério Público Eleitoral ou partidos. Caso todas as 54 impugnações sejam referendadas pela Justiça, saem da eleição todos os quatro candidaturas a prefeito e vice e sobrariam apenas seis candidatos a vereador - a Câmara possui nove cadeiras.

 

Todos os barrados, no entanto, poderiam ser trocados pelos partidos que representam. O principal responsável pela possibilidade de exclusão de candidaturas é o promotor eleitoral Adílson Garcia, que impugnou 44 políticos locais --18 deles por não apresentarem documentos atestando que saíram dos cargos que ocupam no serviço dentro do prazo legal. Caso os documentos sejam apresentados, a impugnação pode ser revertida.

 

Outros 16 foram incluídos na "lista suja" (candidatos condenados ou réus em ações penais). O recordista, disse o promotor, é um ex-prefeito que concorre à Câmara. O candidato entregou à Justiça Eleitoral 44 páginas de certidões criminais ao registrar para registrar a candidatura.

 

"Candidato que não sai da porta da delegacia não tem condições de ser eleito", disse o promotor. Garcia também considerou acórdãos do Tribunal de Contas da União, ações de improbidade administrativa, falta de certidão criminal e dupla filiação para realizar as impugnações. Em muitas são apontados mais de um motivo.

 

Cinco minutos

Outras dez candidaturas também podem ser excluídas da eleição a partir de ações do PT e do PMDB, que solicitaram a impugnação de todos os candidatos da chapa situacionista. Toda a coligação do prefeito José Carlos Corrêa de Carvalho, o Marmitão (PDT), se inscreveu cinco minutos fora do prazo (19h de 5 de junho).

 

Marmitão disse que a ausência de um controle eletrônico do horário dificulta a apuração da hora em que a chapa foi registrada na Justiça Eleitoral. Para ele, o funcionário do cartório local pode ter errado ao anotar a hora.

 

Ministros cassam mandato de deputado estadual do Amapá

da Folha Online

 

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu por unanimidade pela cassação do mandato do deputado estadual Jorge Souza (PCB-AP) por compra de votos. Souza, que mantinha o Instituto Sócio-Cultural e Ambiental do Amapá, teria usado o local para pedir votos.

 

Segundo o TSE, eleitores de comunidades carentes de Macapá tinham acesso gratuito a cursos básicos de informática. Durante as aulas, professores e instrutores pediam votos para o deputado, sob o argumento de que se ele não fosse eleito, os cursos seriam fechados.

 

Para o relator do recurso, ministro Ari Pargendler (foto), as provas são contundentes para comprovar a captação ilícita de votos. Além dos pedidos de voto em sala de aula, muitos alunos recebiam em casa a visita de cabos eleitorais para que afixassem placas do candidato no local.



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 23h47
[] [envie esta mensagem] []



Eleições

TRE-AP recebe de operadora celular número para denúncia

 

Desembargador Carmo Antonio, presidente do TRE-AP, (direita) recebe das mãos do gerente regional da VIVO José Wilson o telefone para denúncias.

 

O TRE-AP recebeu da operadora VIVO o telefone celular para receber denúncias de crimes eleitorais por mensagens, fotos e vídeos. Os eleitores do Amapá podem se comunicar com a Justiça Eleitoral através do número 9119 2008. O nome da pessoa ficará em sigilo.

 

Com o envio da denúncia, o eleitor, chamado de Fiscal da Democracia, receberá um protocolo que irá confirmar o recebimento da mensagem pela Justiça Eleitoral. “Nós esperamos que o cidadão utilize mais essa ferramenta de forma responsável. Mesmo assim para não banalizar o seu uso, iremos fazer uma triagem do material recebido”, explica Marconi Pimenta, juiz eleitoral.

 

De acordo com o conteúdo da denúncia, a ação poderá ser encaminhada para dois locais. Se for uma infração administrativa como propaganda irregular, quem receberá é o Ministério Público Eleitoral. Se for uma infração criminal, a denúncia irá para a Polícia Federal.

 

Eleições limpas

O número 9119 2008 será mais uma ferramenta que a Justiça Eleitoral no Amapá oferece ao cidadão, ao lado dele está o 0800 2809905, o e-mail denuncia2008@tre-ap.gov.br, a denúncia on-line pelo site www.tre-ap.gov.br ou se preferir pode vir direto ao TRE-AP, localizado na avenida Mendonça Júnior, 1502, Centro. “Nós estamos nos preparando de todas as formas para garantir ao eleitor amapaense uma eleição limpa”, define o presidente do TRE-AP, desembargador Carmo Antonio de Souza.

 

Servidores do TER recebem treinamento sobre mesários

 

 

O TRE-AP realizou nesta terça-feira (5) o treinamento de mesários aos servidores da Justiça Eleitoral. Comandado por uma comissão composta por seis membros, o treinamento englobou conteúdo teórico e parte prática. Os servidores tiveram contato com a urna eletrônica e todos os recursos e dispositivos que serão utilizados no dia da eleição.

 

Os servidores foram recebidos com pirulitos numerados para que antes do início das palestras eles se dividissem em grupos para se conhecerem e mais tarde desenvolverem a parte prática do treinamento.

 

Na parte teórica, foi exibido um vídeo explicativo sobre o processo que o mesário está inserido durante a votação. O presidente da seção será responsável por todo material utilizado durante a votação e sempre que necessário será substituído pelo 1º mesário. Chegar bem antes do tempo limite, as 7h, é de fundamental importância, pois todos os pontos treinados devem ser revistos e caso haja algum problema, deve ser prontamente solucionado, para que às 8h a votação comece tranqüilamente.

 

Na segunda parte do treinamento, o coordenador da comissão Rinaldo Farias pontuou passo a passo do processo. Desde a impressão da zerésima até o lacre do envelope que levará todas as informações ao TRE. A atenção que os mesários deverão ter durante a votação foi o ponto mais discutido no treinamento, não só na hora de retirar os comprovantes como também para saber se as pessoas não estão esquecendo nada e se estão preenchendo as justificativas corretamente.

 

Segundo Rinaldo, o erro mais freqüente em anos anteriores é a confusão entre os homônimos. Os mesários algumas vezes não prestam a devida atenção na hora de confirmar no caderno de votação o nome certo e uma pessoa acaba por votar no lugar da outra, explicou. Ao fim, todas as explanações teóricas foram executadas na urna. Os participantes puderam manuseá-la e esclarecer todas as dúvidas que ainda restavam.

 

Ascom/TRE

Supremo rejeita barrar candidaturas

de políticos com "ficha suja"

 

Rosanne D'Agostino

Em São Paulo

 

O STF (Supremo Tribunal Federal) rejeitou nesta quarta-feira (6) ação em que a AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros) pedia que juízes eleitorais analisassem a vida pregressa dos candidatos para barrar registros de candidatura. A decisão tem efeito vinculante, ou seja, deverá ser seguida pelas instâncias inferiores.

 

Quem responde a processo na Justiça

deveria ser impedido de concorrer?


O STF seguiu entendimento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que, no dia 10 de junho, decidiu que apenas políticos com condenações transitadas em julgado (quando não cabe mais recurso) podem ser impedidos de disputar as eleições. Os apelidados "ficha suja", com processos em andamento, devem ter respeitado o princípio da presunção de inocência, ou seja, são inocentes até que não haja mais recurso.


A votação


O relator do caso, ministro Celso de Mello, afirmou que "a proposta é inacolhível". "Ninguém se presume culpado se não após condenação transitada em julgado (quando não cabe mais recurso). É um direito básico, fruto de longa evolução nos direitos do homem", afirmou. Ele foi seguido por oito ministros- Menezes Direito, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Eros Grau, Cezar Peluso, Ellen Gracie, Marco Aurélio e Gilmar Mendes.


Já o ministro Carlos Ayres Britto, presidente do TSE, apresentou voto favorável à ação da AMB, sob o argumento de que os direitos da sociedade se sobrepõem aos individuais. "O sujeito quer se tornar o Estado em ação, quer ser representante de uma coletividade. Deve ser observada sua vida pregressa", defendeu.


O ministro Joaquim Barbosa foi o único a votar pela procedência parcial, para que fossem vetados apenas candidatos com condenações em segunda instância.

 

Insegurança

Cármen Lúcia defendeu que, hoje, não há como se dizer que juízes não estejam analisando a vida pregressa para negar registros. Lewandowski, por sua vez, trouxe números do STF que mostram que 28,5% dos recursos criminais que chegaram à última instância foram providos, ou seja, as decisões anteriores foram alteradas.


"Seriam mais de 1/4 de candidatos barrados injustamente", alertou o ministro. "Se considerarmos os habeas corpus concedidos, o número é bem mais expressivo", completou o presidente do STF, Gilmar Mendes.


A sessão teve início às 14h20. Mais cedo, o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, apresentou parecer favorável à ação. Ele defendeu que, se deve haver probidade e a moralidade no mandato, estes também devem influir na hora da concessão do registro.

 

Os advogados da AMB apresentaram seus argumentos em favor da ação. Já o advogado-geral da União, José Antônio Dias Toffoli, pediu que a ação seja negada. Para ele, a proposta da AMB levaria a uma maior confusão jurídica, por trazer critérios subjetivos.



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 23h16
[] [envie esta mensagem] []



Estado grave

O jornalista Euclides Farias, irmão do repórter fotográfico e músico Chico Terra, articulista da coluna Crônica.com do portal Amapá Busca e atual colunista do Diário do Pará, sofreu uma longa e complicada cirurgia que iniciou hoje as 9 da manhã e terminou ás 16:00. A operação foi para a retirada de um aneurisma na aorta que segundo a equipe médica, não havia mais tempo a perder para a realização da mesma, devido ao adiantado estágio da doença. Euclides se encontra agora na UTI em coma induzido em hospital em Belém do Pará. Está previsto um boletim médico amanhã ao meio dia sobre seu estado de saúde que é considerado grave.



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 22h48
[] [envie esta mensagem] []



IBGE: NÚMEROS QUE FALAM

O IBGE divulgou os dados do censo agropecuário que acabou de realizar no Amapá. Os números fazem refletir. No Amapá, segundo o IBGE, têm 3.560 estabelecimentos rurais. É quase o mesmo tanto de 10 anos atrás, quando foram registrados 3.349 estabelecimentos. Passaram 10 anos, foram criados mais de 30 assentamentos e o IBGE só encontrou 211 estabelecimentos a mais. O INCRA, por sua vez, fala em mais de 10.000 imóveis rurais. Quem tem razão?

 

Os dois: o INCRA cadastra todos os imóveis declarados, o IBGE só registra os estabelecimentos onde tem alguma produção, mesmo que pequena. Isto quer dizer que, no Amapá, segundo o IBGE, de cada três terrenos, dois não produzem coisa nenhuma. Seria a comprovação do já denunciado fracasso dos assentamentos, apesar dos mais de 100 milhões de reais investidos neles?

 

Outro dado importante: dez anos atrás, os estabelecimentos produtivos ocupavam uma área de 700.000 hectares. Hoje a área ocupada é quase o dobro: 1.375.424 hectares. Se não aumentaram os estabelecimentos, mas aumentou a área ocupada, quer dizer que no Amapá, aumentou a concentração fundiária: pouca gente tem terra demais.Será que, pelo menos, nestes dez anos, aumentou a produção?

 

Diminuiu a mão-de-obra: de 16.660 passou para 13.131 trabalhadores: 1 sobre cinco trabalhadores perdeu o emprego. E não foi porque aumentou o uso das máquinas. Por incrível que pareça, nestes últimos dez anos, diminuíram, também, os tratores: passaram de 150 para 90: quarenta por cento a menos. As pastagens aumentaram 76 por cento, mas, mesmo assim, temos o mesmo número de bois, de porcos, de ovelhas de 10 anos atrás. Só os búfalos, em dez anos, aumentaram 20% e as cabras aumentaram quase 80%: cerca de 560 a mais, mas produzimos 31.000 frangos a menos.

 

Caiu demais a produção de leite e de ovos: produzimos só 5% do leite de búfala que produzíamos em 1996; produzimos menos de 20% do leite de vaca e dos ovos de galinhas produzidos 10 anos atrás. As terras de lavouras mais que triplicaram e, por isso, tivemos um bom aumento na produção de grãos: produzimos três vezes mais arroz e cinco vezes mais milho. Aumentou bastante, também, a produção de mandioca e de feijão. A produção de banana bateu o recorde: quase sete vezes mais do que em 1996.

 

Quase 60% da área dos estabelecimentos, segundo o IBGE é de floresta: mais de 800.000 hectares. O extrativismo, porém, diminuiu. Estamos produzindo menos açaí, menos castanha-do-pará e muito menos palmito. Só aumentou a produção de carvão e mais que dobrou a produção de lenha e de madeira em toras: quase 260.000 metros cúbicos. Nada que se compare com os quase dois milhões de metros cúbicos de madeira para a produção de celulose e de papel. Aqui estão os dados. O governo e a sociedade precisam saber para poder gerar um verdadeiro desenvolvimento do estado.

 

Sandro Gallazzi – CPT



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 19h24
[] [envie esta mensagem] []



PF faz buscas na casa do empresário Eike Batista

Alcinéa Cavalcante

Marina Mello

Direto de Macapá e Brasília

 

A Polícia Federal cumpre, nesta tarde, mandado de busca e apreensão na casa do empresário Eike Batista, no Rio de Janeiro. A PF investiga a possibilidade de fraude em licitação por parte do empresário para realizar a obra da estrada de ferro do Amapá, que liga os municípios de Serra do Navio e Santana e é responsável pelo transporte de minério do interior do Estado para o porto de Santana às margens do rio Amazonas.

 

Uma empresa que pertence a Eike Batista, do grupo MMX, foi a que venceu o processo licitatório e, segundo a PF, há fortes indícios de fraude nesta licitação. As buscas fazem parte da Operação Toque de Midas deflagrada hoje pela polícia no Amapá onde são cumpridos outros 12 mandados de busca e apreensão.

 

A polícia Federal informou que foram encontrados indícios de direcionamento da licitação para que as empresas do grupo MMX vencessem a concorrência. O direcionamento se daria com o ajuste prévio de cláusulas favoráveis às empresas do grupo MMX, principalmente as referentes à habilitação dos participantes no procedimento licitatório, afastando, dessa forma, demais interessados na concessão da estrada de ferro.

 

A concessão foi obtida pela empresa Acará Empreendimentos Ltda., perante o governo do Estado do Amapá, sendo posteriormente repassada à MMX Logística Ltda., ambas do mesmo grupo econômico. Parte do grupo MMX foi vendido para a mineradora Anglo American por US$ 5,5 bilhões.

 

De acordo com a Polícia Federal, a investigação apura o possível desvio de ouro lavrado nas minas do interior do Estado, havendo fortes suspeitas de que o minério não esteja sendo totalmente declarado perante os órgãos arrecadadores de tributos, principalmente a Receita Federal.

 

Leia mais no Portal Terra



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 19h22
[] [envie esta mensagem] []



Geral

Consórcio espanhol leva mais uma linha

de transmissão no leilão da Aneel

 

O consórcio vencedor do lote A do leilão de linhas de transmissão da Aneel, Isolux Igenieria, também levou o lote B, que liga Jurupari a Macapá e Oriximiná, propondo uma receita anual de R$ 71,880 milhões. O valor representa um deságio de 10,9% em relação inicialmente fixado, de R$ 86,49 milhões. O empreendimento passa pelos municípios paraense de Almerim, Altamira e Monte Dourado, além de Macapá, Laranjal do Jari, Mazagão e Vitória do Jari, no Amapá.

 

Já o lote C ficou sem proponente. O consórcio Amazônia foi impedido de fazer sua oferta, já que perdeu o prazo por dois segundos. A receita anual permitida deste lote era de no máximo R$ 109,25 milhões.

 

O lote D concentrou a segunda maior disputa do dia entre os consórcios TBE Centro-Oeste, formados pela empresa Amazonense de Transmissão de Energia (51%), Cemig Geração e Transmissão (49%), e o grupo Neo Energia, formados por Odebrecht Investimento em Infraestrutura (45%), Construtora Norberto Odebrecht (4%) e Neo Energia SA (51%). Após 14 lances no pregão viva-voz, o vencedor foi o consórcio TBE Centro Oeste, que propos uma receita anual de R$ 25,950 milhões, com deságio de 29,47% em relação ao valor inicialmente fixado de R$ 36,79 milhões.

 

O projeto que deverá entrar em operação em 20 meses criará 2.700 empregos diretos. O empreendimento passará pelos municípios de Juíma, Brasnorte, Sapezal, Nova Mutum, Sorriso, Sinap, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Lucas do Rio Verde e Vera, todos no Mato Grosso. (Juliana Rangel - O Globo)

 

Segunda-feira é o último dia para buscar o abono salarial

 

Quatrocentos e noventa mil trabalhadores só têm até esta segunda-feira - dia 30 - para receber o abono salarial, de quatrocentos e quinze reais, em todo o Brasil. O valor não recebido volta para o Fundo de Amparo ao Trabalhador. No Amapá, o pagamento do Abono aguarda 1.436 trabalhadores. O trabalhador que tem o Cartão do Cidadão com senha registrada pode receber tanto no auto-atendimento da CAIXA como nos 18 correspondentes CAIXA Aqui e 4 lotéricas da região, inclusive em horário mais amplo que o do próprio atendimento bancário tradicional. Quem ainda não tem, pode receber em qualquer uma das 4 agências da CAIXA em Macapá e Santana, e aproveitar para solicitar seu cartão (é gratuito).

 

Pode receber aquele trabalhador cadastrado no PIS até dois mil e dois, que tenha trabalhado pelo menos trinta dias, consecutivos ou não, no ano de dois mil e seis,  com carteira de trabalho assinada pela empresa; tenha recebido, em média, até dois salários mínimos mensais e que tenha tido seus dados informados corretamente por sua empresa na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base dois mil e seis. Quem quiser saber se tem valores a receber, pode ligar para o DISQUE CAIXA: 0800-726-0101, antes de comparecer a qualquer agência.

 

Portal do UNODC e CGU ensina ética,

cidadania e controle social a crianças


Cidadania para brasileirinhos. Esta é a mais nova aposta do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crimes (UNODC) e da Controladoria-Geral da União (CGU. O projeto “Criança Cidadã – Portalzinho da CGU” é um espaço para a instrução em assuntos de interesse social, com foco principal nos gastos públicos. O Portalzinho disponibiliza jogos, vídeos, quadrinhos e links educativos apontando, por exemplo, os direitos e os deveres do cidadão. Além disso, o site apresenta um glossário com o significado de várias palavras como corrupção, administração pública e democracia. Há ainda um espaço reservado aos professores, com dicas para falar sobre os temas em sala de aula. A idéia é mostrar às crianças a importância de zelar pelo bem público, estimular o hábito de controlar e cobrar da administração pública o destino do dinheiro da população.


A turminha da CGU é composta por sete personagens – André, Lia, Dudu, Guga, João, Maria e Paty. Por meio deles, as crianças apreendem assuntos como cidadania, ética e preservação do patrimônio público e do meio ambiente. Na história em quadrinhos sobre a corrupção, por exemplo, o enredo é conduzido de maneira a mostrar o que a criança tem a ver com a questão. Há uma encenação sobre todos os malefícios da corrupção ao país e o indicativo de que a sociedade muda quando os indivíduos que vivem nela mudam. Para conter o problema, a trama mostra ainda a importância da denúncia contra os maus-gestores.

Há também no site um espaço destinado a esclarecimentos sobre o 2º Concurso de Desenho e Redação da CGU, que este ano tem como tema “O que você tem a ver com a corrupção?”. O objetivo do concurso é despertar nos estudantes de ensino fundamental e médio o interesse pelo controle social, além de promover a reflexão e o debate sobre esse tema no ambiente escolar. Os trabalhos deverão ser encaminhados à CGU pelas escolas do ensino fundamental e médio de todo o país até 15 de outubro de 2008 e serão divididos em cinco categorias. (Amanda Costa, do Contas Abertas).

 

“A 'DAMA' DA GAUTAMA” 

 

Esse é o título da matéria publicada no Jornal Pequeno, do estado do Maranhão, que denuncia a ex-governadora e atual senadora Roseana Sarney de ter recebido R$ 1 milhão para a sua campanha eleitoral, da construtora Gautama. Segundo o jornal, a “Dama”, pseudônimo encontrado na agenda do empreiteiro Zuleido Veras, da Gautama, teria recebido esse montante no dia 14 de julho de 2006. Dois dias depois, a agenda de Zuledo registra a entrega de R$ 200 mil para Roseana. No dia 27 de setembro mais um repasse, desta vez para o suposto pseudônimo “Dama”, no valor de R$ 600 mil. A agenda de Zuleido Veras registra vários momentos, segundo o Jornal Pequeno, de “generosidade para com o clã Sarney”. Na agenda, além de vultosas somas destinadas à campanha de Roseana, consta também ajuda de campanha para alguém anotado como “S” no Amapá. Matéria completa no site www.jornalpequeno.com.br.



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 22h18
[] [envie esta mensagem] []



Domingo tem atletismo nos jogos dos servidores de Santana

 

Dando continuidade aos Jogos Olímpicos dos Servidores municipais de Santana a Secretaria de Cultura, Desporto e Lazer informa que no próximo domingo, 22, às 8 horas, no Complexo Esportivo Itamar de Souza, haverá disputa nas modalidades de Corrida, revezamento quatro por cem; cabo de guerra (misto) e salto em distância. Os três primeiros colocados em cada modalidade receberão medalhas. Ao final da competição, previsto para o mês de agosto, a equipe que receber mais medalhas de ouro será a vencedora das Olimpíadas. O Complexo Esportivo Itamar de Souza fica na rua Euclides Rodrigues, Bairro Nova Brasília. (Ascom-PMS)

 

Sábado começa o Sesc Verão

 

Começa no dia 21 de junho a 6ª edição do Sesc Verão – evento que acontece anualmente no período das férias escolares e conta com uma vasta programação recreativa, cultural e desportiva durante as últimas semanas do mês de junho e todo o mês de julho, com desdobramento aos domingos com música ao vivo. A abertura oficial será no dia 21 de junho (sábado), com um passeio ciclístico que sai da Universidade Uva em direção ao Centro de Atividades Araxá. Em seguida aulão de ginástica na quadra esportiva, academia e hidroginástica, além de atividades recreativas inerentes ao projeto Ciranda de Jogos, brinquedos e brincadeiras populares, exibição de filmes e torneios esportivos.

 

Atividades do Sesc Verão

 

- Campeonatos esportivos, com caráter competitivo (organizado por chaves, entre equipes – inscrições antecipadas e abertas); cinema; recreação esportiva; jogos de salão; piscina; confraternizações (festas e serestas); atividades artísticas (artes plásticas, literatura, teatro e dança, folclore e música); massoterapia; palestras e orientações de saúde e medição do Índice de Massa Corporal – IMC); eliminatórias dos concursos de beleza e de coreografia (garota e garoto Sesc Verão – todos os domingos, a partir do dia 6 de julho).

 

Jogos de Verão – inscrições abertas

 

Estão abertas as inscrições para as competições dos Jogos de Verão do Sesc Amapá, que acontecerão de 06 a 27 de julho. As modalidades são: futevôlei, voleibol de areia e handebol de areia. Os jogos serão abertos e as inscrições acontecerão até o dia 30 de junho no setor de esporte do Sesc, gratuitamente.
Informações: 3241-4440, ramal 231.

 

Ana Martel apresenta show Bossa Ssempre Nova

 

A cantora e compositora Ana Martel volta ao SOHO para homenagear os 50 anos da Bossa Nova. Nesta temporada que inicia dia 19, quinta-feira, a cantora, apaixonada por samba e bossa nova, aprofunda-se no universo de Tom Jobim, João Gilberto, Carlos Lyra e seus parceiros que fizeram com que a música brasileira ultrapassasse as fronteiras do país e lançasse seus acordes mundo afora. Em 2007 Ana Martel fez sua primeira apresentação no Soho, com casa lotada, interpretando sucessos de músicos consagrados nacionalmente e de artistas locais como Zé Miguel e Osmar Júnior e também de sua autoria. Além de cantar, Ana Martel estuda violão clássico na Escola de Música Walquíria Lima.

 

Serviço

Show  Bossa Sempre Nova

Local: SOHO Restaurante

Às quintas do mês de junho

Às 22hs

Reservas fone: 9121-9022



Escrito por Márcia Corrêa e Ana Girlene às 16h01
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Histórico
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Altino Machado
Alcinéa Cavalcante
Amazônia
Adital
Biblioteca da Floresta
Corrêa Neto
Carta Maior
Comunique-se
Caneta sem Fronteira
Caros Amigos
Carta Capital
Cristiana Lobo
Camilo Capiberibe
Chico Terra
Direito à Comunicação
Eco Agência
Fenaj
Fernando Gabeira
Greenpeace
Instituto Evandro Chagas
INMETRO
Ivan Carlo
Josias de Souza
Jornal da Ciência
Kibe Loco
Luciana Capiberibe
Ministério Público do Amapá
Mino Carta
Ministério Púb. Federal AP
Mundo Sustentável
Mary Allegretti
Observatório da Imprensa
Márcio Moreira Alves
Pnud
Paulo Henrique Amorim
Repórter Brasil
Ricardo Noblat
Repiquete
Revista Bula
Revista Envolverde
Rosely Sayão
Raul Mareco
Revista do Terceiro Setor
Tupiniquim
Unifap
BNDES
Anvisa
Simone Guimarães
Meca da Notícia